O que é apresentação pessoal, quais os tipos e como elaborar?

Você com certeza já ouviu falar que a propaganda é a alma do negócio, certo?

Essa frase é popularmente usada para reforçar a importância de uma boa comunicação e construção de imagem em relação ao público para construir negócios de sucesso.

Posicionar uma organização da forma adequada e apresentar seus benefícios e diferenciais de maneira eficaz é essencial para que essa organização e seus produtos ou serviços sejam bem percebidos pelas pessoas interessadas – e o mesmo conceito pode ser aplicado quando falamos de nossas próprias marcas pessoais.

O racional é o mesmo quando falamos da construção de uma marca pessoal: quem sabe se posicionar bem e destacar seus pontos fortes acaba chamando mais a atenção de potenciais clientes, empregadores ou até parceiros de negócios.

Por ser um fator tão importante para o ambiente profissional, separamos neste artigo os principais pontos que você precisa entender para começar a melhorar a sua própria marca por meio de uma apresentação pessoal bem feita.

O que é a apresentação pessoal?

A apresentação pessoal não é nada além do que o próprio nome já deixa bem claro: uma apresentação de si mesmo.

Essa apresentação costuma ser bastante solicitada em processos seletivos e entrevistas de emprego, mas a verdade é que ela pode ser necessária em muitos outros contextos diferentes, como por exemplo em reuniões de negócios, no início de um curso ou mesmo em apresentações do trabalho.

De maneira geral, as apresentações pessoais devem comunicar as principais características e habilidades de um indivíduo, assim como quaisquer outras informações importantes para o contexto do momento.

A seguir você confere algumas particularidades que as apresentações pessoais podem ter de acordo com os contextos mais comuns: para uma entrevista de emprego, para uma reunião de trabalho, e para estudantes.

New call-to-action

Apresentação pessoal para entrevistas de emprego

Talvez o contexto que mais cause ansiedade para as pessoas, as apresentações pessoais para entrevistas de emprego podem ser decisivas para quem está buscando um novo trabalho ou mesmo uma realocação.

Nesse contexto, a palavra principal é preparação. Estude sobre a empresa e a vaga em que você está interessado e estruture uma apresentação pessoal que destaque as suas principais características relacionadas às necessidades desse negócio.

Lembre-se que a pessoa que está te entrevistando conhece muito pouco ou nada sobre você, por isso é importante apresentar de forma clara as principais informações a seu respeito e causar uma boa impressão desde o início.

Apresentação pessoal para reuniões no trabalho

Já para quem precisa construir uma apresentação pessoal para alguma reunião ou atividade do próprio trabalho, a tarefa pode ser um pouco menos estressante – mas tão importante quanto no cenário anterior.

Aqui, você já tem muito mais informações sobre a organização e o trabalho em si, além de provavelmente conhecer uma ou mais pessoas que serão o público da sua apresentação, por isso foque no essencial para concluir a reunião com sucesso.

Se a ideia é fazer uma reunião para resolver algum problema ou apresentar algum resultado, garanta que a sua apresentação pessoal traga as informações necessárias para posicionar você como uma figura de autoridade sobre o assunto em questão.

Apresentação pessoal de um estudante

O último contexto é talvez o menos sensível dos três listados aqui, e é quando precisamos fazer uma apresentação pessoal no início de algum curso ou atividade similar.

Essa situação pode acontecer desde os estudos de graduação até para quem decide começar um curso técnico, pós-graduação ou outras linhas acadêmicas, e é importante principalmente para que seus colegas de estudos e até os professores conheçam mais sobre você.

Esse ambiente mais informal permite que você tenha tranquilidade para a sua apresentação, mas lembre-se de que essa ainda é uma oportunidade para construir a sua imagem pessoal e criar uma primeira impressão nessas pessoas, por isso se preocupe em fazer uma boa apresentação pessoal.

Quais são os tipos de apresentação pessoal?

Além das diferenças de acordo com o contexto, outro fator importante para construir uma apresentação pessoal é entender qual será o seu formato: ao vivo, em vídeo, em texto ou com slides.

Veja mais detalhes sobre cada um desses tipos a seguir.

Apresentação pessoal ao vivo

A apresentação pessoal ao vivo é a mais comum e talvez a mais temida pelos profissionais.

Esse tipo de apresentação é aquele em que a pessoa simplesmente conta a sua história e apresenta a si mesma para um público presencial, situação muito comum em entrevistas de emprego.

Aqui, é importante não só planejar o que será apresentado como também ter atenção ao próprio discurso e linguagem corporal, além de controlar o nervosismo que é muito comum nesse tipo de apresentação.

Apresentação pessoal em vídeo e áudio

Similar ao tipo anterior, a principal diferença dessa apresentação pessoal é que o profissional pode fazer várias tentativas até chegar em um vídeo que considere ideal para compartilhar.

Esse é um tipo de apresentação que vem sendo cada vez mais utilizado em processos seletivos, principalmente por acabar com a necessidade de deslocamento tanto dos entrevistados quanto dos entrevistadores.

Nessas apresentações, alguns dos novos pontos de atenção são a própria qualidade do vídeo e do áudio do material final, que devem ser claros e bem acabados para produzir um bom resultado.

Apresentação pessoal em texto

Esse tipo de apresentação pessoal é o mais antigo dos discutidos aqui, e é basicamente a redação de um texto ou carta de apresentação.

Também bastante comum em processos seletivos, tanto profissionais quanto acadêmicos, os textos de apresentação pessoal costumam acompanhar currículos ou até mesmo cartas de recomendação.

Muitas pessoas já estão acostumadas a ter uma versão resumida desta apresentação pessoal em seus perfis pessoais em plataformas como o LinkedIn.

Apresentação pessoal com slides

Por último, a apresentação pessoal com slides pode ser descrita como uma evolução da apresentação ao vivo, já que também envolve a preparação do discurso oral mas com a adição de apoio visual com slides.

Nesse tipo de apresentação, além dos cuidados descritos sobre a apresentação ao vivo, é importante também garantir que o conteúdo dos slides seja adequado para passar a mensagem desejada.

Isso significa preparar slides claros e diretos, que sejam capazes de impressionar o público mas sem tirar o foco do mais importante: você.

Como elaborar uma apresentação pessoal e profissional?

Entender os diferentes tipos de apresentação foi só o começo. Vamos agora falar sobre as etapas necessárias para fazer uma apresentação pessoal.

1. Conheça bem o seu público

Cada público requer uma abordagem diferente, assim como foi mencionado na seção sobre os diferentes contextos para uma apresentação pessoal.

Por isso, entenda para quem você vai se apresentar e se prepare de acordo com o perfil desse público, ajustando o tom, o conteúdo e o próprio discurso de acordo com a necessidade.

Apesar de ser um clichê, vale reforçar: sempre demonstre honestidade e naturalidade.

2. Cuidado com o tempo e com a quantidade de informações

Assim como currículos devem ser diretos e objetivos, as apresentações pessoais seguem a mesma linha.

Muitas pessoas acabam caindo na armadilha de falar demais, apresentando todo e qualquer detalhe sobre si mesmas e deixando a apresentação longa, cansativa e nada eficaz.

Garanta que você só apresente os pontos essenciais e mais importantes para cada situação, assim fica mais fácil de as pessoas realmente absorverem as informações que importam sobre você.

3. Fuja da decoreba

Apesar de ser importante definir um roteiro para a sua apresentação, seguir um texto palavra por palavra pode acabar ficando nada natural e causar um estranhamento no público.

Evite falar um texto perfeitamente decorado e demonstre naturalidade ao longo da apresentação, tanto com ligeiras adaptações no discurso quanto na forma como você estiver apresentando – com pausas e gestos quando for conveniente.

4. Pratique a sua apresentação

Recitar um texto decorado não é a melhor opção, mas isso não significa que você não deva praticar e treinar bastante a sua apresentação antes de mais nada.

Essa prática é essencial principalmente para que você tenha cada vez mais confiança na apresentação e consiga agir naturalmente quando estiver de fato se apresentando.

Aproveite essa prática para fazer ajustes e deixar a sua apresentação a mais perfeita possível – vale até gravar alguns vídeos para analisar depois!

5. Desenvolva a sua autoestima

Como mencionado no tópico anterior, é importante ter confiança para conseguir fazer uma apresentação marcante – e ter uma boa autoestima ajuda muito nesse ponto.

Não tenha medo de reconhecer as suas próprias forças e qualidades, já que são exatamente elas que devem se sobressair durante a sua apresentação pessoal.

Seja confiante e tenha segurança de si quando for se apresentar, isso também vai contribuir para causar uma boa impressão.

Exemplo de apresentação pessoal profissional

Uma prática comum quando o assunto é apresentação pessoal é a criação de uma apresentação curta, também conhecida como “elevator pitch”.

O objetivo desta apresentação é mostrar de forma rápida e direta. A seguir você confere um exemplo de elevator pitch:

Formado em [NOME DO CURSO] pela [NOME DA UNIVERSIDADE], tenho interesse na área de [NOME DA ÁREA], com foco em [SEUS INTERESSES NA ÁREA].

Tenho experiência de [DURAÇÃO DA EXPERIÊNCIA] como [NOME DO CARGO] na [NOME DA ORGANIZAÇÃO], onde consegui [RESUMO DOS PRINCIPAIS RESULTADOS].

Como fazer um vídeo de apresentação pessoal?

Já falamos um pouco sobre o tipo de apresentação pessoal em vídeo e áudio, e agora vamos entrar um pouco mais nos detalhes envolvidos nesse formato.

Confira agora mais informações sobre os seis principais pontos de atenção nesse tipo de apresentação: enquadramento, fundo, imagem e áudio, iluminação, evitar a leitura, e olhar para a câmera.

Enquadramento do vídeo

Esse ponto não tem muito segredo.

O foco do seu vídeo de apresentação deve ser você, por isso, prepare um enquadramento que coloque você no centro da imagem e sem cortar partes do seu rosto.

De forma geral, o padrão que já vemos em reuniões por videoconferência é o ideal: filmando dos ombros até um pouco acima da cabeça.

Fundo da gravação

Se o foco do vídeo é você, garanta que o fundo não é muito chamativo ou que possa causar distrações.

Muita gente gosta de usar simplesmente uma parede branca ou de alguma outra cor neutra, e isso pode ser uma boa opção, mas também não precisa se preocupar caso seu fundo tenha um ou outro objeto aparecendo, desde que não sejam coisas muito absurdas.

Importante: evite fundos em que outras pessoas possam aparecer se movimento ou fazendo alguma outra coisa. Isso com certeza vai tirar o foco do seu público e prejudicar a sua apresentação.

Qualidade da imagem e do áudio

Nem todo mundo tem uma câmera ou microfone profissional em casa, e tudo bem, mas tente conseguir a melhor qualidade possível para a imagem e o áudio do seu vídeo.

Caso você use o próprio celular para gravar, geralmente é melhor utilizar a câmera traseira para conseguir mais qualidade de imagem.

Gravar em um ambiente fechado e sem ruído também ajuda a garantir um áudio claro e de boa qualidade.

Boa iluminação

A iluminação é importante não só para que o público consiga te ver bem, mas também para ajudar a conseguir uma qualidade maior de imagem na sua apresentação pessoal.

Gravar de frente para uma janela ou com alguma lâmpada acesa logo atrás da câmera são boas formas de garantir luz suficiente para o seu vídeo.

Evitar a leitura

Assim como é importante evitar a decoreba nas apresentações ao vivo, em vídeo também é legal evitar ler um texto inteiro preparado antes da gravação.

Garanta que você aborde todos os pontos importantes da sua apresentação, mas faça tudo sem ler nenhum material de apoio. Isso vai deixar o seu discurso mais natural e contribuir para um bom resultado final.

Olhar para a câmera

Se ao vivo você manteria contato visual natural com o público, em vídeo você pode fazer o mesmo com a própria câmera.

Isso ajuda a transmitir mais confiança e segurança na sua apresentação, além de facilitar a conexão entre você e o público.

Exemplo de vídeo de apresentação pessoal

Confira um exemplo de apresentação pessoal em vídeo feita pelo Denis Schmeisch para um processo seletivo de trainee em que ele participou:

Vídeo de Apresentação Empodera- Trainee Burger King!

Como escrever uma carta de apresentação pessoal profissional?

Agora que você viu como preparar a sua apresentação em vídeo, veja algumas dicas para escrever uma carta de apresentação pessoal.

Destaque apenas uma ou duas habilidades relevantes

Já falamos disso antes, mas não custa reforçar: seja direto e objetivo na sua apresentação.

Ao invés de listar infinitas habilidades, foque apenas em uma ou duas que são as mais importantes para cada situação.

Isso ajuda a dar destaque para o que realmente importa e marca o seu diferencial desde o início.

Explique como essas habilidades te ajudaram no passado

Além de simplesmente citar que você possui determinadas habilidades, explique como você colocou isso em prática no passado e os resultados obtidos.

Fazer isso permite demonstrar a sua capacidade de execução e contribui para destacar sucessos da sua trajetória.

Apresente as empresas mais relevantes no seu currículo

Assim como as habilidades, também é interessante mencionar as suas principais experiências profissionais e citar as organizações mais relevantes nas quais você atuou.

Essa é outra maneira de construir a sua imagem de alguém capacitado para lidar com os próximos desafios da carreira.

Mencione o seu próximo objetivo profissional

Falar do passado é importante para reforçar a sua autoridade, mas também vale a pena falar dos seus próximos objetivos para deixar claros seus interesses e planos profissionais.

Essa parte da apresentação ajuda também os recrutadores a entenderem se a vaga para a qual você está aplicando faz sentido para a sua própria carreira.

Explique como a vaga atual vai te ajudar a atingir este objetivo

Essa é mais uma forma de demonstrar a sua vontade de crescer e se desenvolver junto com a organização.

Mostre porque essa oportunidade é um próximo passo importante para você e como isso faz parte do seu próprio plano de desenvolvimento profissional.

Finalize falando como você vai ajudar a empresa a crescer

Por último, explique como toda a sua experiência e objetivos citados até aqui podem contribuir para o crescimento da organização em questão.

A ideia é se posicionar não só como a pessoa ideal para enfrentar os desafios atuais da empresa, mas também como alguém que será essencial para a evolução dessa organização.

Exemplo de carta de apresentação pessoal

Confira agora o exemplo de uma apresentação pessoal escrita por Joe Reitz, especialista em marketing, em tradução livre do inglês:

Eu tive uma jornada interessante até agora.

Me formei em publicidade e caí no marketing de forma um tanto aleatória, e ser um generalista de marketing por alguns anos foi a porta de entrada para me interessar por operações de marketing.

Eu amo essa área porque ela fica na interseção dos desafios humanos e tecnológicos e me dá a oportunidade de coçar ambas as coceiras.

Estou no meu melhor quando estou jogando acima do meu nível; é sempre incrivelmente gratificante estar ao lado de colegas, desenvolver uma estratégia de sucesso e entregar resultados que superam as expectativas. A soma das minhas experiências de vida pessoal e profissional é que eu aprecio cada desafio e valorizo cada relacionamento.

Se você precisa de um líder que equilibre a entrega de resultados de negócios com a edificação de uma organização, eu sou o cara.

Algumas curiosidades relacionadas à carreira:

– Criei instâncias de tecnologia de marketing desde o início para dezenas de clientes, desde pequenas e médias empresas até grandes empresas

– Eu aproveitei várias oportunidades de falar em público sobre marketing e operações de marketing nos últimos 5 anos

– Em 2019, ganhei o prêmio “Marketer of the Year” da Adobe/Marketo

– Sou Campeão do Marketo há pouco mais de 5 anos (acho que meu sangue já é roxo atualmente)

– Como consultor, iniciei o Krewe Chats & Marketo-Fu como projetos de paixão para ajudar outras pessoas a aumentar a tecnologia de marketing, especificamente o Marketo, mais rapidamente

– Em 2016, ganhei o prêmio “Marketo Champion of the Year” da Marketo

Atualmente moro na área de Seattle com minha esposa, Haleigh, e nosso cão, Tango.

Como fazer uma apresentação pessoal em slides?

O último dos formatos abordados nesse artigo, vamos agora conferir algumas dicas sobre como fazer uma apresentação pessoal em slides.

Uma ideia por slide

Mais uma vez a regra se repete: seja direto e objetivo em sua apresentação.

Trazendo para o formato de slides, isso significa focar em apenas uma ideia ou informação por slides, e não colocar o máximo de texto possível no mesmo slide para reduzir o tamanho da apresentação.

Isso também ajuda a deixar seus slides mais organizados e fáceis de serem absorvidos pelo público.

Não leia seus slides

Evitar o excesso de informações nos slides também vai te ajudar a não ler simplesmente todo o conteúdo.

Os slides devem servir apenas como apoio para destacar ou reforçar alguma ideia, e não como um bloco de anotações que você vai simplesmente ler para o público.

Coloque apenas palavras ou frases curtas no slide e garanta que as informações completas estão sendo transmitidas no seu próprio discurso.

Cuidado com o visual 

Se a ideia é usar slides, garanta que eles causem um impacto positivo por meio de um visual bem trabalhado.

Isso não significa que você precisa ter total domínio de ferramentas e conceitos de design gráfico, mas simplesmente seguir algumas boas práticas para montar uma apresentação visualmente agradável.

Seja consistente entre slides

Relacionado ao tópico anterior, além de montar slides visualmente agradáveis também é importante garantir que eles conversem entre si e mantenham uma consistência visual.

Isso ajuda a garantir que o foco do público fique em você e não em uma sequência de slides desconexos.

Exemplo de apresentação pessoal em slides

Para ver alguns bons exemplos de como montar uma apresentação em slides, uma dica de ouro é conferir o trabalho da Minimiza, uma empresa especializada na criação de apresentações de alta qualidade e que publica várias dicas interessantes no próprio perfil do Instagram.

Unindo essas dicas de design com os conceitos explicados neste artigo sobre como montar a sua apresentação pessoal você pode encontrar a combinação que mais faz sentido para a sua necessidade.

O que é importante na apresentação pessoal?

Além de todas as dicas explicadas até aqui, vale reforçar alguns outros pontos importantes para garantir a alta qualidade das suas apresentações.

Confira:

Observe a sua linguagem corporal

Nosso corpo pode passar tanta informação quanto a nossa fala. Evite cruzar os braços, guardar as mãos nos bolsos ou qualquer outro gesto e postura que possa demonstrar desconforto ou insegurança.

Aja naturalmente e com tranquilidade para causar uma boa impressão no público.

Demonstre confiança

Outro ponto que pode ser muito influenciado pela linguagem corporal, demonstrar confiança é importante para melhorar a imagem que você transmite na sua apresentação pessoal.

Tenha uma postura ereta e firme, sem ter medo de se mostrar para o público da sua apresentação.

Mantenha o contato visual

Ainda falando sobre linguagem corporal e confiança, manter um contato visual firme e natural com o público é importante para transmitir segurança em si mesmo e se conectar com o público.

Evite ficar olhando para outros objetos ou até mesmo para pontos vazios, e mantenha um contato visual ao longo da sua apresentação.

Fuja do discurso automático

Não custa reforçar: fuja da decoreba. Você não quer fazer uma apresentação totalmente decorada e sem nenhuma personalidade.

Se apresente de forma descontraída, faça pausas ao longo do discurso e sinta o público para adaptar a sua fala de acordo com as reações de quem estiver assistindo.

Seja honesto sobre quem você é

Esse foi um dos primeiros tópicos apresentados nesse artigo e vale relembrar: seja você mesmo.

Tenha um comportamento natural durante a sua apresentação para mostrar na prática quem você é. Isso ajuda a ganhar a confiança e a empatia do público.

Compartilhe as suas experiências na medida certa

Por último, outro ponto importante a se enfatizar: seja objetivo.

É muito mais fácil acabar falando muito além do necessário em uma apresentação, e isso vai apenas deixar o público entediado e fazer com que você seja esquecido.

Compartilhe apenas o que for extremamente importante e marcante sobre você, ajudando a manter o foco exatamente no que faz sentido para cada apresentação.

Os benefícios da apresentação pessoal para escolas

As apresentações servem para comunicar as suas principais características e habilidades ao público, seja em um contexto profissional ou acadêmico.

Cada apresentação pessoal pode ter um formato diferente, desde puramente oral e ao vivo até opções gravadas em vídeo ou totalmente escritas, e é importante entender as particularidades de cada formato para criar apresentações realmente eficazes.

Dominar a arte de elaborar boas apresentações é essencial em diversas situações profissionais, mas principalmente na hora de conquistar novos parceiros ou oportunidades de negócio.

Essa é uma habilidade que pode ajudar a sua escola a aumentar a receita e conseguir cada vez mais estudantes – coisa que a Provi sabe fazer muito bem.

Se quiser saber sobre como as nossas soluções de pagamento e cobrança ajudam centenas de parceiros educacionais a acelerar as vendas e alavancar os negócios, entre em contato com a nossa equipe.

Veja mais sobre o autor

Suporte Infra